Curriculum Vitae En Allemand Exemple Summaries Of Critical Challenges Free Resume Templates Specific Job Biography Ghostwriting Service Gb Phd In Physical Education In Abroad Ang Lalaki Sa Dilim Summary
plano de saúde

Comprar carência de plano de saúde para parto: É possível?

Parto costuma ser um dos procedimentos do plano de saúde que mais possui tempo de carência, o que costuma ser problema para algumas mulheres. Dessa forma, algumas desejam comprar carência de plano de saúde para parto.

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

No entanto, isso é de fato possível? Bem, o certo é que seria uma boa solução, já que muitas gestantes acabam por contratar o plano enquanto grávidas. Assim, é comum que a mulher esteja em época de parto e a carência não tenha ainda acabado.

Seu plano de saúde sofreu reajuste e ficou muito caro? O Blog Saúde te ajuda a reduzir custos! Tenha acesso aos melhores médicos, hospitais e clínicas do país! Registre-se agora!



Se prosseguir com a leitura do artigo, saberá se é possível comprar carência de plano de saúde para parto.

Para comprar carência de plano de saúde para parto: qual a carência para gravidez?

plano de saúde

Cada procedimento incluso no plano de saúde conta com um período de aguardo para uso, o que é chamado de carência. Por exemplo, urgência e emergência contam com 24h de carência.

Já gravidez possui uma das carências mais altas, chegando a 300 dias, variando com o contrato. Claro que há exceção para parto prematuro e complicações, já que estes entram como situação de urgência e emergência.

No entanto, fora desse caso, costuma acontecer da gestante ter de esperar o tempo estabelecido no contrato. Por isso, se recomenda que elas assinem o contrato com bastante antecedência.

Além disso, alguns contratos possuem particularidades para certos casos, o que deve ser discutido com a operadora que o ofereceu.

Também há situação de carência zero em plano de saúde empresarial ou coletivo por adesão. Isso ocorre pelos pacotes incluírem mais de 10 ou 29 pessoas, o que acaba por diminuir ou zerar a carência.

No entanto, é necessário que a gestante tenha vínculo empregatício, societário ou ao menos ter relação como dependente de alguém com vínculo.

Mas aí fica a dúvida: é possível comprar carência de plano de saúde para parto fora desses casos? “Sim”.

Para comprar carência de plano de saúde para parto: como reduzir a carência?

Antes de tudo, é necessário que você tenha confiança na operadora que contratou para negociar o período de carência. Em muitos casos, a própria empresa tenta passar a perna e acaba por cobrar indevidamente.

Porém fora desses casos, a empresa pode sim negociar carência, visto que o prazo da ANS de 300 dias é apenas um limite. O prazo mínimo fica por conta da operadora que oferece o serviço.

E indo além, é possível contratar um plano que possibilite negociar a carência e permita uma ainda menor. Para que isso ocorra, é necessário tratar com a operadora uma possível redução do período de aguardo para uso.

Claro que para isso funcionar, é necessário pagar um valor mais alto que cubra esse diferencial. Dessa forma, o plano de saúde pode encarecer um tanto nesse detalhe, apesar de ser um “dinheiro extra” válido para sua situação.

Porém, talvez não seja possível contar com carência zero fora da situação de plano de saúde empresarial ou coletivo por adesão. Entretanto, é possível sim, de certa maneira, “comprar” carência de plano de saúde para parto.

Após o parto, é possível incluir o bebê no plano de saúde?

Além do parto, o pós-parto também pode ser uma preocupação para a mamãe. Dessa forma, é possível incluir o bebê no plano de saúde dentro do prazo de 30 dias após o parto.

E o melhor, isso ocorre automaticamente e sem custo extra, com a operadora necessitando saber apenas do nascimento da criança. Assim, ela pode ser incluída regularmente no plano.

A melhor parte dessa situação é que não há necessidade de carência, caso a criança seja cadastrada dentro dos 30 dias após nascimento. Dessa forma, não se faz necessário comprar carência de plano de saúde para parto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *