Popular University Essay Ghostwriting Sites For Masters Fire Department Lieutenant Resume Alfa 147 1.9 Jtdm 120 Cv Opinioni Geography Case Study Industry Assignment On Radioactive Waste Management
carência de planos de saúde

Como funciona a carência de planos de saúde?

Como funciona a carência de planos de saúde? Uma das grandes preocupações de quem está disposto a investir um pouco na qualidade de vida é saber como funciona a carência de planos de saúde. Isso porque muitas vezes, ao optar por fazer um plano, já há uma necessidade de usá-lo.

Seu plano de saúde sofreu reajuste e ficou muito caro? O Blog Saúde te ajuda a reduzir custos! Tenha acesso aos melhores médicos, hospitais e clínicas do país! Registre-se agora!



Claro que nem sempre é esse o caso, mas quando se pretende fazer esse tipo de investimento é natural que se queira começar a usufruir o quanto antes. E a carência costuma variar de plano para plano.

Portanto, antes de aderir a algum deles observe com atenção a detalhes importantes, como a carência, por exemplo. E se você ainda não sabe bem como ela funciona, continue lendo esse artigo que nós vamos explicar direitinho.

Carência de planos de saúde – entenda como funciona

carência de planos de saúde

Antes de entender como funciona a carência do plano de saúde é importante saber do que se trata. Pois bem. A carência nada mais é do que o período que você deve aguardar para começar a efetivamente usar o plano após o contrato de adesão.

Essa definição parte da própria Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS. Porém, a carência do plano já fica pré-estabelecida durante a sua contratação, por isso é tão importante ler todas as cláusulas.

Quando você assina o termo de contrato está concordando com todas as regras ali estabelecidas, ou seja, fica bastante complicado contestar posteriormente algo com o qual você já se dispôs a aceitar.

Fique atento! As carências podem variar de acordo com o plano de saúde

Esse é outro aspecto que geralmente ajuda a confundir as pessoas – os tipos de planos contratados, seus benefícios e suas carências. Portanto, fique atento. Os planos de saúde podem ser:

– Individuais;

– Familiares;

– Empresariais.

Entre esses planos há também as suas divisões de acordo com o valor pago e a abrangência do serviço contratado, podendo o plano de saúde se dividir em:

– Básico;

– Plus;

– Gold;

– Outros (de acordo com a operadora).

Cada particularidade apresenta um período de carência diferente. No caso de um plano de saúde empresarial, por exemplo, as características gerais podem mudar de acordo com o tamanho da empresa, da quantidade de funcionários que ela permite agregar, etc.

Outra questão importante de ser observada é a portabilidade. Se você já possuída um plano de saúde e decidiu mudar para outra operadora, esta segunda não pode exigir período de carência.

Ou seja: a partir do primeiro mês no novo plano você já pode usufruir do plano de saúde sem qualquer problema.

As diferenças entre as operadoras de planos de saúde

Embora todas façam parte de um mesmo ramo, há uma grande diferença na hora de contratar um plano de saúde. As diferenças entre os serviços podem ser muito maiores do que você imagina, acredite.

Se uma possui, por exemplo, carência de 90 dias, outra pode chegar a pedir até 6 meses. A cobertura dos tipos de atendimento e procedimento também são bastante variáveis.

Você também deve observar o tipo de contrato feito na adesão ao plano, porque há casos específicos na contratação pelo usuário, podendo ser o plano de saúde popular ou o plano de saúde com coparticipação.

E não esqueça – em determinadas situações o plano de saúde não pode pedir carência maior do que o já previsto na lei vigente, como nos casos abaixo citados:

• Urgência e emergência – 24 horas;

• Cirurgias, internações e procedimentos muito complexos – 180 dias;

• Partos (não incluídos partos prematuros ou de risco) – 300 dias.

Em relação aos procedimentos mais simples, como exames e consultas, o prazo deve ser menor.

Informação é tudo

Antes de contratar qualquer serviço, como um plano de saúde, é importante que você tenha acesso a todas as informações sobre a prestadora de serviço e as condições de prestação daquele serviço.

Estando bem informado fica mais difícil ser lesado ou não ter respeitado qualquer um dos seus direitos. Portanto, leia, se informe e, se necessário, procure orientação profissional. Sua saúde e seu bolso agradecem.

E você, possui plano de saúde? Se sim, qual o período de carência? Se não, que tempo de carência você acharia justo esperar? Conta pra gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *